No final de 2017 foram iniciadas as obras de reforma e ampliação da Igreja Matriz de São João Batista. O projeto de autoria do Arquiteto José Victor Pinto Neto, conta com o apoio da Prefeitura Municipal para a sua execução, através do Fundo Municipal de Proteção ao Patrimônio Cultural. A Igreja integra o tombamento do Conjunto Paisagístico da Praça Sete de Setembro, através do Decreto nº 1309/2006, o que autoriza a administração, através da autorização do Conselho Municipal de Patrimônio, a utilizar nesta obra os recursos do fundo de patrimônio.

No dia 13 de fevereiro de 2015 foi realizada na Biblioteca Pública Professor José Maxcilei de Souza uma reunião com o Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Seritinga para Apresentação e aprovação do projeto de ampliação e reforma da Igreja Matriz de São João Batista.  O objetivo desta reunião foi apresentar ao Conselho Municipal do Patrimônio Cultural de Seritinga os detalhes do projeto de ampliação e reforma para avaliação e consideração por parte do CMPC.

No ano de 1908, com o avanço da Rede Mineira de Viação, (atualmente RFFSA), que ligou Barra do Piraí, Rio de Janeiro a Soledade de Minas, foi construída no km 91, às margens do Rio Francês, uma pequena estação ferroviária, tendo sido inaugurada em 1910 com o nome de Bueno Brandão.  Ficou encarregado da construção o Sr. Nicola Bianco, que permaneceu na localidade servindo como agente de correio.  Com este marco de progresso houve certa migração, organizando assim, o povoado que progrediu.